E se você fosse o Presidente da sua empresa?

como-ser-promovido-na-empresa

Feche os olhos (na verdade, depois de ler o texto. rs).

Lembre-se por alguns minutos os problemas que você reclama da empresa que você trabalha, do valor de salário que você recebe e do valor que você acha justo. Lembre-se dos seus amigos reclamando do chefe, das fofocas que são feitas nos corredores e nos almoços.

Agora, com isso em mente, imagine que você foi promovido a presidente da empresa. Todas as decisões importantes serão tomadas por você, todos os colaboradores seguirão suas diretrizes. Você pode aumentar os salários, o vale-refeição, dar assistência médica, influenciar na cultura organizacional, etc. Mas também é o responsável pela saúde da empresa, manter a produtividade, o lucro e todas as operações funcionando – direta ou indiretamente.

Lembre-se dos processos falhos que você identifica no dia a dia e pense, como presidente, o que você deve fazer para resolver?

Quais medidas serão tomadas durante sua “chefia” para resolver as fofocas, os salários “baixos”, a desmotivação de alguns e tantos outros problemas que você lembrou nesses minutos de olhos fechados?

Reclamamos muito da empresa onde estamos, do chefe, dos subordinados, dos colegas. Em certas empresas isso é menor, mas sempre há algum comentário. Já que somos tão bons em apontar as falhas, será que seríamos capazes de resolver os problemas? Ou mesmo minimizar e manter a saúde da empresa?

Conheço muitos que, por serem empregados, colocam na mão do chefe a responsabilidade do crescimento na carreira. A famosa frase “meu chefe não me dá um aumento“. Será que se você fosse chefe daria? Não só pela questão de competência, mas em algumas circunstâncias, a empresa precisa segurar por questões de caixa.

Com a posição, digamos, confortável de estar empregado e só precisar se preocupar com a entrega do seu, e não com o da empresa toda, reclamamos achando que nossos problemas e os que nos afetam diretamente são os mais importantes. Esquecemos de toda a empresa, de pensar no global. E se teríamos uma solução para tais problemas, porque não apresentar? E se apresentar e não tiver mudanças, o que você está fazendo nesse lugar?

Abra os olhos, entenda que estar a frente da empresa não é deixar de trabalhar. Na maioria das vezes é trabalhar dobrado, ter responsabilidades dobradas, cuidar para que você tenha salário no fim do mês e também os seus empregados.

Faça uma busca no Google imagens por “Chefe e empregado” e é assustador o resultado. A quantidade de imagens colocando o chefe como carrasco e o empregado como submisso e oprimido. Em que empresa essas pessoas aceitam trabalhar?

Já ouvi muitas pessoas falando “nunca vou querer ser chefe. É muita responsabilidade“, mas sabem reclamar de quem aceita o desafio de estar a frente da empresa.

A máxima “pense como chefe” faz mais sentido do que se imagina. Faça a empresa dar certo e se essa atitude não está fazendo a sua carreira dar certo, repense não só as atitudes mas o lugar que você está. Não alimente a cultura negativa na empresa, de só reclamar, se tem problema ajude a resolver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *