Links patrocinados – Você otimiza suas campanhas?

Você faz campanha de links patrocinados na rede de conteúdo do Google? E você otimiza sua campanha de acordo com os resultados?

iPergunta sem resposta

A segunda pergunta pode deixar muita gente sem resposta, principalmente por que grande parte dos anunciantes que usam o Google AdWords não têm qualificação ou conhecimento sobre o assunto, o que, muitas vezes, torna suas campanhas ineficientes (sem retorno) e, no pior dos casos, motivos de piada.

Recentemente estive conversando com @ClaDonda , também aluna da #posmktdig; ela comentou sobre os anúncios que são exibidos na área destinada a links patrocinados dentro das notícias do site do jornal O Globo. Ela comentou que já viu anúncios em matérias sobre tragédias que soavam mal e alguns que tornavam o anunciante “irônico”.

Recentemente o Rio de Janeiro foi atingido por uma forte chuva que causou transtornos em toda a cidade e grande parte do estado e em uma das reportagens sobre o assunto era exibido o anúncio de uma loja de galochas infantis e coloridas. Faz sentido o anúncio ser exibido em uma notícia relacionada à chuva, mas será que em uma notícia onde são citadas mortes devido as chuvas, galochas infantis seriam a melhor opção?

Abaixo vemos algumas imagens que exemplificam esse tipo de anúncio, porém, nos casos abaixo soaram “irônicos”.

Anúncio do bispo Edir Macedo dentro de uma notícia relacionada a São Jorge. Religiões diferentes e, em alguns casos mais fervorosos, fazem ocorrer “conflitos sociais” devido à diferença de postura dessas religiões e seus seguidores.
Dia de São Jorge O Globo

Chuva deixa 10 municípios em estado de alerta no Pará, o que sem dúvidas não torna o ponto turístico mais atrativo para se colocar um anúncio de passagem aérea.
Chuvas no Pará

Para evitar esse tipo de exibição do seu anúncio, existem tipos de correspondência das palavras-chave usadas em uma campanha de links patrocinados. Além da “correspondência ampla”, “correspondência exata por frase” e “somente termo de correspondência exata”, você pode e deve usar também a “negativa”, que impede que seu anúncio seja exibido quando as palavras-chave indesejadas estejam no conteúdo do site.

Um exemplo de uso das palavras-chave que não fazem correspondência é a campanha de links patrocinados do QuestManager. Por ser um software “top de linha” e não possuir versão gratuita, as palavras-chave “gratuita”, “free” e “de graça”, bem como suas variações são usadas como não relacionadas. Se permitíssemos no fato de que o anúncio fosse exibido durante a busca com essas palavras – ou conteúdo do site relacionado à gratuidade -, o usuário entraria no site porém identificaria que o anúncio está errado e não geraria retorno para a empresa.

Apesar de bastante difundidas, as campanhas de links patrocinados ainda são um desafio para algumas empresas que, sem conhecimento do assunto, acabam fazendo investimento e não tendo um retorno como esperado. Para essas empresas aconselho procurar, além de alguém que saiba do assunto, pesquisar sobre essa forma de anunciar e também se lembrar de, periodicamente, analisar o desempenho de suas campanhas.

E você, faz campanha de links patrocinados? Tem alguma dúvida? Deixe seu comentário ou entre em contato.

Google Adowrds Página Inicial

5 thoughts on “Links patrocinados – Você otimiza suas campanhas?

  1. Sim… Concordo!
    Incluo ainda que passou a ser um hobby, ler manchetes da versão online do O Globo e já procurar os links patrocinados nas matérias falando sobre desgraças… A melhor de todas, até agora, foi uma propaganda de telas de proteção para janelas de apartamentos numa matéria falando sobre o julgamento do casal Nardoni – especificamente na parte que descrevia a morte da menina..! Péssimo!!!
    Realmente, para fazer uma campanha dessas tem que prestar atenção nesses detalhes… A marca pode acabar fazendo um anti-marketing ou, no mínimo, vira piada de mau gosto…

  2. Exatamente Clarissa. E isso vale também para outras áreas do marketing digital. Seja em links patrocinados, no próprio site ou em redes sociais, as campanhas devem ser acompanhadas para ter um resultado positivo para a empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *