Redes sociais – algumas te deixam inteligentes outras mais burro

O Facebook e videogames ajudam a tornar as pessoas mais inteligentes, enquanto o Twitter e mensagens de texto têm o efeito oposto, afirmou nesta segunda-feira uma psicóloga britânica. A doutora Tracy Alloway, da Universidade de Stirling, na Escócia, estuda a “memória ativa”, função cerebral que dá às pessoas a capacidade de reter e utilizar informações.

Segundo ela, o Facebook aparentemente expande a memória ativa pela sua natureza “social”. A mente é forçada a trabalhar para manter o contato com as redes de centenas de amigos. No caso dos videogames, mesmo que eles prejudiquem a socialização, o aprimoramento mental pode ser causado por jogos que envolvem estratégia e planejamento. Jogos como o Sudoku teriam efeitos similares.

O problema do Twitter – e de quaisquer outras ferramentas “instantâneas”, como o YouTube e mensagens de texto (SMS) – é que ele é tão sucinto que “sua atenção é reduzida e seu cérebro não precisa se dedicar e não aprimora conexões entre os neurônios”.

– No Twitter você recebe uma corrente permanente de informação, mas é tudo muito sucinto. Você não precisa processar essa informação – disse Alloway, admitindo que não há estudos que comprovem sua afirmação, que por enquanto é apenas uma “hipótese”. Segundo o Times Online, ela pretende iniciar um projeto de pesquisa sobre o caso em janeiro.

A principal crítica ao raciocínio da Dra. Alloway diz respeito ao fato dela limitar o Twitter a mensagens de 140 caracteres. Se por um lado essa natureza “sucinta” gera muitas mensagens banais, por outro, a interatividade da ferramenta permite a inclusão de links que ampliam muito o alcance dos “tweets”. Ou seja, o Twitter é o que você faz dele.

A Dra. Alloway falou no Festival Britânico de Ciência, na Universidade de Surrey, sobre seu trabalho em treinar crianças no aprimoramento da memória. Ela diz que sua equipe criou um programa que aumentou a performance de crianças de 11 a 14 anos com problemas de aprendizado. Segundo o Telegraph, “após oito semanas de treinos com o ‘JungleMemory’, as crianças tiveram aumentos de 10 pontos no QI e em testes de leitura e matemática”.

One thought on “Redes sociais – algumas te deixam inteligentes outras mais burro

  1. Olá,

    A praticidade de se resumir tudo que se escreve é fato, o mesmo acontece com o que se lê sendo que a interpretação varia de acordo o tempo, com o humor e etc…isso é um perigo! Cabe a nós sabe utilizar desta ferramenta de maneira saudável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *