Seu salário pode ir muito além de dinheiro

No último post sobre hora extra, em um dos comentários foi citado a questão de benefícios de uma empresa. Um desses benefícios citados foi a flexibilidade de horário. Se você trabalha com RH provavelmente vai gostar do post e se não trabalha vai mostrar para seu chefe.

Você já parou para pensar em quanto efetivamente você ganha por mês? Cuidado que esse cálculo pode resultar em um número muito menor do que o seu salário. A questão levantada é simples, quanto vale os benefícios que você ganha e quanto vale a dor de cabeça do seu trabalho?
Benefícios no trabalho

Nem todos trabalham com o que gostam, muito menos tem o trabalho dos sonhos. Porém mesmo quando trabalhamos em lugares ruins ficamos pensativos sobre sair do emprego sem outro certo. Concordo que não é viável largar um salário e passar o mês seguinte com 0 na conta, mas será que você, no final do mês, está recebendo aquele valor e aproveitando ele?

Mas, assim como há o lado ruim, existe também o lado bom. Já podemos ver empresas que com um simples nome de cargo conseguem estimular seus funcionários e tornar isso parte dos ganhos. Sei de alguns casos onde, por exemplo, o faxineiro do prédio foi “promovido” a zelador – sem mudar as funções que exercia – e apresentou um rendimento muito melhor do que antes. E nesse caso o salário quase não mudou.
Agente de negócios

Outro caso comum é o cargo de vendedor. Hoje isso só existe em loja e mesmo assim por não ter como mudar. Muitas empresas criam nomes alternativos para não colocar o funcionário como “vendedor” que, no Brasil, é visto como um emprego ruim. Em call center, vendedor B2B, etc., são conhecidos como agente de negócios, agente de marketing e outras variações.

Existem diversos de benefícios que uma empresa pode dar ao funcionário sem gerar grandes custos. Além do nome da função, podemos encontrar exemplos de flexibilidade de horário, transporte próprio, auxílios além dos exigidos por lei, incentivo ao estudo, etc.

Voltando ao começo do post, se você é trabalha com recursos humanos, quais os benefícios – que estimulam um funcionário – sua empresa oferece? E se você não trabalha com RH, já conversou com seu chefe sobre outros benefícios sem ser só o salário?

Funcionário feliz = Lucro Maior

2 thoughts on “Seu salário pode ir muito além de dinheiro

  1. Ótimo post.

    Um dos grandes erros no que tange a estimulo profissional, é que ele notavelmente só vai focar em direção a um único caminho, este seria, geralmente o aumento salarial.

    Todavia, no mundo em que vivemos, beneficios como um horário mais flexível, parceria entre empresa e funcionário, uma metodologia de trabalho focada na qualidade final do projeto, e não como ele foi produzido, funciona bem.

    É muito mais aprazível a empresa firmar uma parceria de horário, onde o funcionário tem mais flexibilidade e logo, fica disponível sempre em casos de necessidade, sem que a empresa tenha que desembolsar uma grana pelas horas extras, (que não seja por culpa do próprio funcionário.)

    Tem outros beneficios como o citado no post, nos quais, acredito ser bem funcionais.

    Belo post, abraços!

  2. Elinho,

    Você falou muito bem sobre a questão de parceria entre empresas e colaboradores. Acho que em um mundo onde tudo está migrando para a co-criação devido ao pensamento 2.0, as empresas vão precisar de uma postura mais parceira do que chefe.
    E sobre a flexibilidade no horário para estar pronto em caso de emergências entra no post de hora extra, onde concordo sobre o que você disse. A questão não é trabalhar a mais ou a menos, mas sim trabalhar quando necessário. Diferente do que vemos onde o funcionário entra as 9, perde sua alma e só recupera às 18h. rsrs

    Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *